Investimentos

5 dicas de investimento a longo prazo

5 dicas de investimento a longo prazo

Existem dois tipos de pessoas no mundo: aquelas que reclamam de não terem dinheiro no final do mês, e outras que investem o pouco que recebem, em títulos de renda fixa, por exemplo, a fim de dobrarem o salário mensalmente.

Seja o segundo exemplo, o que investe o seu dinheiro (mesmo sendo 30, 40, 50, 60 ou 100 reais), em uma aplicação no mercado financeiro que fará o seu salário trabalhar para você.

Não use desculpas para deixar de investir seu dinheiro

Deixe as desculpas de lado, os problemas financeiros, e a mania de adiar os seus planos para começar um investimento de longo prazo que seja rentável, seguro, e fixo, mês a mês.

O dinheiro deve ser um instrumento para conseguirmos realizar os nossos sonhos, e não o contrário, onde ele controla tudo, e escraviza o cidadão. Então, porque investir a longo prazo?

Simplesmente, para não depender da boa vontade das pessoas, em te ajudar financeiramente quando você precisar. E além do mais, estar com as contas em dia, não é luxo de gente rica, é hábito, disciplina e inteligência.

Primeira dica:defina as suas metas: você quer ganhar uma renda fixa por mês, precisa trocar de carro, de casa, guardar dinheiro, construir uma reserva de emergência ou viajar, por exemplo, são algumas ideias de objetivos.

Segunda dica:ninguém nasce sabendo investir. Pesquise, leia, estude, pergunte para quem sabe. Use a internet a seu favor e faça cursos online grátis sobre finanças, investimentos e leia e-books.

Terceira dica: não escolha um investimento baseado nas opiniões dos outros, tome a sua própria decisão depois de pesquisar muito e conversar com os veteranos no assunto.

Quarta dica: diversifique a sua carteira de investimentos, aplicando um pouco de dinheiro em renda fixa (CDB, Tesouro Direto, LCI, LCA, CRI, CRA etc.) e outra parte em renda variável (Fundos de Investimento, Ações na Bolsa de Valores). A renda fixa é considerada segura e rentável, e a variável como altamente rentável, mas com um risco aumentado.

Quinta dica:gaste 50% do seu salário em despesas fixas (água, luz, aluguel, IPTU, e IPVA), 15% em pagamentos de dívidas que estiverem em aberto, e os 35% restantes, podem ser usados em lazer e compras diversas.

Investir é um hábito

Todo novo hábito, deve começar com uma ação, um primeiro passo. Este deve ser construído todos os dias, e distribuído em pequenas atitudes básicas.

Por exemplo, no momento em que você separar 100 reais todo mês, para investir em algum produto do mercado financeiro, isso se tornará um hábito, e a longo prazo, você colherá os frutos dessa aplicação, da rentabilidade do valor investido.

Parar de reclamar que não tem dinheiro, e começar a procurar novas formas de adquirir uma renda complementar ao seu salário, também é um novo hábito saudável.

Com relação a sua saúde física, crie o hábito (um dia por vez) de fazer uma caminhada ou corrida de pelo menos 30 minutos, e observar melhor a sua alimentação.

Mostrar mais

Alinne Souza

Formada em Comunicação Social - Jornalismo. Já teve passagem pela Câmara dos Deputados, atuando como assessora de imprensa e produzindo matérias jornalísticas sobre política.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar