Notícias

General Motors alerta funcionários sobre prejuízos no Brasil

Mesmo com as constantes altas na bolsa de valores brasileira e os pronunciamentos otimistas que têm surgido com o início de um novo governo, algumas empresas passam por momentos difíceis no país. Com isso, um bom exemplo da situação é a General Motors, uma fabricante de automóveis multinacional, que teve origem nos Estados Unidos.

Assim, funcionários brasileiros da empresa receberam algumas péssimas notícias na última sexta-feira, 18 de janeiro de 2019, quando a diretoria da empresa direcionou e-mails aos funcionários alertando possível encerramento de suas atividades na América do Sul. Em resumo, trata-se, por enquanto, de apenas um alerta sobre as atuais condições da General Motors no local.

Além disso, vale lembrar que a General Motors é a empresa responsável pela produção de todos os carros da marca Chevrolet, a qual detêm os direitos. Atualmente, a Chevrolet é a marca líder de vendas no mercado automotivo do Brasil, conquistando mais de 15% do setor desde o ano de 2017, ultrapassando as fabricantes Volkswagen e Fiat.

Ainda assim, a diretoria emitiu alerta aos funcionários de que há necessidade de aumentar os lucros para prosseguir com os trabalhos no país. No mais, a General Motors alega que sofreu muitas perdas nos últimos três anos, e que será necessário empregar alguns sacrifícios para manter viável a atuação da empresa.

Com isso, vale destacar também que o Brasil não foi o único país onde os funcionários foram alertados da situação. Sendo assim, no mesmo período, mensagens desse gênero também foram divulgadas pelas fábricas aos funcionários da Argentina. Inclusive, a presidente executiva, Mary Barra discursou e mencionou frases como “Não vamos continuar empregando capital para perder dinheiro”.

Etiquetas
Mostrar mais

Lucas Dadalt

Físico Médico com formação pela USP e atualmente cursando mestrado em Física Aplicada a Medicina. No momento trabalho em tempo parcial com programação e produção de conteúdos nos mais variados temas como, por exemplo, finanças, investimentos, saúde e marketing.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar