Finanças

Inflação: O que é, como funciona

Você já se perguntou o que é inflação e como ela move o sistema monetário de nosso país? Bom, neste artigo, abordaremos alguns dos principais pontos importantes da mesma. E como ela pode influenciar no seu modo de vida e em todo comércio brasileiro. Siga lendo!

Descubra o que é a inflação

Basicamente, é todo o movimento dos preços referentes a serviços e bens de um país. A inflação influencia no aumento e diminuição de todo o poder de compra e venda da moeda local. Tudo isso, a partir dos índices de preços estabelecidos pela mesma.

O Brasil, por exemplo, possui um aglomerado de índices que determinam esses mesmos preços. Assim, o IPCA (Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), produz continuamente o equilíbrio e cálculo desse índice. Com o objetivo de medir todo o aumento de preço de produtos comercializados em varejos e o respectivo consumo das famílias.

O que causa a inflação?

Existem inúmeros motivos que causam o aumento e diminuição da inflação. A seguir veja, segundo o Banco Central Brasileiro, quais são os principais.

  • Pressões de demanda;
  • Pressões de custos;
  • Inércia inflacionária;
  • Expectativas de inflação.

Principais consequências da inflação

Há muitas consequências que podem gerar a inflação e todo quadro econômico mudar. As causas citadas acima podem ocasionar numa falta de estimulação e prejuízo no crescimento monetário do país. Tanto Pessoas Físicas como jurídicas passam a perceber uma ineficiência na economia, gerando um desequilíbrio nos preços e se tornando algo cada vez mais difícil de se lidar.

Preços, por exemplo, quando desequilibrados, passam a não serem estáveis, ficando ainda mais difícil de ter noção quanto aos mesmos.Varejos, passam a aumentar os preços de seus produtos, que antes eram diminutos e afetam toda a população, seja ela de classe baixa, média ou alta.

Mesmo assim, os menos favorecidos com tais desequilíbrios são os de classe média e baixa, devido ao pouco acesso de meios financeiros para se erguerem e conseguirem de defender da inflação.

Com a inflação alta, além disso, toda a dívida pública,passa aumentar paralelamente. Isso significa, que as tarifas de juros públicos passam a ter o papel de compensar o aumento da inflação. Além de também cobrirem os riscos possíveis que podem gerar um período ainda maior desse problema.

Isso gera um total desequilíbrio no sistema financeiro nacional,sem contar também na satisfação dos civis que vivem e dependem de todo produto gerado e comprado pelo país. Transformando-se, cada vez mais, num problema nacional e social.

Conheça o Plano Real

Plano Real é um processo iniciado no ano de 1993, cujo objetivo é a estabilização da economia brasileira. Esse plano de quebra, surgiu após o aumento acumulado de 12 meses, chegando a 4.922% em 1994. Neste ano, foi iniciado um novo ciclo monetário no Brasil, pois foi lançada a Nova moeda Brasileira, o Real.

O Plano Real, foi um dos projetos econômicos que surgiram como um meio de diminuir a porcentagem da inflação, que, quando se iniciou a nova moeda,passou a ser 916%, atingindo a 22% e, hoje, não passando de 9% mesmos em meio acrises nacionais de alto nível.

​​Entre o período do Plano Real, da nova moeda até hoje, o Banco Central do Brasil tem tido o objetivo de assegurar toda a estabilidade monetária do país e garantindo o poder de compra da nova moeda brasileira.
E então, já conhecia o valor da Inflação para o nosso país? Descubra um pouco mais sobre finanças e políticas em nosso blog, para mais informações! Até mais!

Etiquetas
Mostrar mais

Lucas Dadalt

Físico Médico com formação pela USP e atualmente cursando mestrado em Física Aplicada a Medicina. No momento trabalho em tempo parcial com programação e produção de conteúdos nos mais variados temas como, por exemplo, finanças, investimentos, saúde e marketing.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar