Iphan divulga nota pública sobre arcos da montanha

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) divulga, nesta segunda-feira ,21, a seguinte nota publica:

Os Arcos da Montanha, localizados na Ladeira da Conceição, no Centro Histórico de Salvador, possuem relevância histórica, mas se encontram em estado precário de conservação. A situação de risco resultou, inclusive, na instauração de inquérito civil pelo Ministério Público Federal, com o objetivo de apurar eventuais danos ao Patrimônio Cultural.

A má conservação pode ser constatada pela degradação acentuada do revestimento externo e interno das fachadas, precariedade das instalações elétricas e hidrossanitárias, proliferação de fungos e diversas patologias na estrutura de sustentação da ladeira e no interior dos arcos (Fotos em anexo).

A recuperação dos Arcos da Montanha integra o Acordo de Preservação do PAC Cidades Históricas – compromisso onde cada ente participante exerce competências diferenciadas. Entretanto, para a execução das obras, é necessária a desocupação temporária do local onde acontecerão as intervenções.

Os Arcos da Montanha são de propriedade municipal cabendo institucionalmente ao Município de Salvador definir seus usos. O IPHAN não se opõe a qualquer uso a que seja destinado o espaço após o restauro, desde que se garanta a conservação dos imóveis – o que é seu papel institucional.

Mostrar mais

Wesley Silva

Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar