O que é melhor, empréstimos consignados ou convencionais?

Antes de declararmos o veredicto, vamos explicar o que seriam ambos tipos de empréstimos. Os empréstimos consignados mantêm suas parcelas diretamente descontadas de aposentadorias ou salários. Ou seja, uma parte de toda a renda acaba ficando comprometida, como se fosse um débito automático.

Hoje, segundo o Banco Central, mais de 20% das rendas brasileiras são destinadas ao pagamento de empréstimo consignado e, quando não pagos, acabam levando a um prejuízo ainda maior do que pelo motivo de adquirir o empréstimo.

Empréstimos consignados costumam ser destinados aos funcionários públicos, em geral. Isso, inclui pensionistas do INSS, aposentados e militares das forças armadas. Trabalhadores em geral, que possuem carteira assinada podem ter também este benefício, porém sua empresa precisa ser acordada com alguma outra instituição financeira.

Por outro lado, temos os empréstimos convencionais, que mantém, hoje, uma reputação ligeiramente maior que o consignado. Isso, devido ao fato de ser mais seguro. Mas será mesmo que isso é só boato ou o empréstimo consignado é subestimado. Descubra a seguir!

Consulta no SPC e Serasa

Muitas ações são barradas quando seu nome está sujo em um destes órgãos. Porém, uma das vantagens que podemos observar é que mesmo que o consumidor possua seu nome em aberto, ainda assim é possível que ele possa pegar um empréstimo consignado.

Isso ocorre, devido ao fato de que as instituições financeiras terão uma garantia maior de receberem das parcelas negociadas. Isso torna mais fácil as negociações com os mesmos. No caso, o empréstimo consignado acaba sendo mais fácil de se obter e rápido também.

Juros mais baixos

Esta é outra consequência presente para aqueles que necessitam de uma segurança maior para obter o pagamento. Devido a essa garantia de recebimentos das devidas parcelas, essas mesmas instituições financeiras acabam cobrando tarifas de menor valor, comparado a outros tipos de empréstimos.

Liberação de crédito sem avalista

Os créditos convencionais costumam, apesar de serem mais comuns, possuírem uma carga burocrática maior do que a dos empréstimos consignados. Este último, por outro lado, acaba liberando seus créditos de maneira ais simples, sem a necessidade de um avalista.

Mas por que isso? Bom, basicamente, àqueles que contratam tais serviços, ou seja, pensionistas, aposentados e afins costumam possuir rendas fixas. Estas, como já deve estar ciente, gera uma garantia também do pagamento de cada finança. Ou seja, não é necessário um avalista, pois o banco em si, já o fará.

O Controle e o tempo para liberação

Estas são outras vantagens de escolher o empréstimo consignado. Todo empréstimo acaba sendo liberado entre 24 horas até 48 horas no máximo. Variando de banco para banco, a política interna e convênios impedem que a burocracia faça essa transação demorar.

Essa liberação, acaba sendo por um valor máximo que e acordado segundo o salário e o benefício do consumidor. E isso acaba por ser confortável para àquele que escolhe tal empréstimo. Uma vez que as parcelas mensais não ultrapassam 30% do valor recebido pelo consumidor, ajudando-o a manter estabilidade financeira.

Considerações Finais

Sabemos que ambos devem ser devidamente avaliados antes de serem adquiridos. Porém é importante saberem que, mesmo o convencional ser um dos mais adquiridos. O Empréstimo consignado acaba sendo mais prático devido a burocracia diminuta em seu processo. O que acaba ofuscando o trabalho necessário em sua contratação.

Mostrar mais

Lucas Dadalt

Físico Médico com formação pela USP e atualmente cursando mestrado em Física Aplicada a Medicina. No momento trabalho em tempo parcial com programação e produção de conteúdos nos mais variados temas como, por exemplo, finanças, investimentos, saúde e marketing.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar