Finanças

Poupança: Em 2018 ganho real chega a 0,84%

Poupança termina o ano com ganho a frente da inflação menor do que nos dois últimos anos

A inflação foi divulgada oficialmente nesta sexta feira, dia 11 de janeiro de 2019, terminando em 3,75%, abaixo da meta central do governo, que era de 4,5%, mostrando o clima de otimismo na economia. E com isso a caderneta de poupança, um dos investimentos mais utilizados pelos brasileiros por conta da facilidade, teve um ganho real de 0,84%.

Apesar dos números serem favoráveis, o desempenho acabou ficando abaixo dos anos de 2016 e 2017, quando ficaram acima dos 1,9%. A rentabilidade nominal da poupança foi de 4,62% ao longo do ano, porém após os cálculos feitos pelo IPCA, o poupador acabou ganhando 0,84% com seu dinheiro aplicado na caderneta.

Os dados oficiais foram divulgados pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

Rentabilidade da Poupança

A poupança brasileira passou a adotar o IPCA como medida oficial para a inflação desde o último ano de 1999. Desde então a poupança só não superou o indicador, oferecendo um ganho real para seus poupadores nos anos de 2002 e 2015.

A média dos ganhos reais da poupança nos últimos 19 anos ficou em:

  • 1999: 3,5%
  • 2000: 2,21%
  • 2001: 0,89%
  • 2002: – 2,9%
  • 2003: 1,75%
  • 2004: 0,46%
  • 2005: 3,33%
  • 2006: 5,1%
  • 2007: 3,17%
  • 2008: 1,89%
  • 2009: 2,63%
  • 2010: 0,94%
  • 2011: 0,94%
  • 2012: 0,6%
  • 2013: 0,43%
  • 2014: 0,78%
  • 2015: -2,28%
  • 2016: 1,9%
  • 2017: 3,88%
  • 2018: 0,84%

Dados de rendimento da poupança retirado do site: http://poupancarendimento.com.br

A rentabilidade vinha bem até o mês de setembro de 2017, porém a partir deste mês o Banco Central acabou reduzindo a taxa básica de juros (Selic) de 9,25% para 8,25% ao ano.

Com isso, pela atual regra de rendimentos, sempre que a Selic ficar abaixo dos 8,5%, a correção dos valores na caderneta de poupança deve ser limitada em um percentual de 70% da taxa, somados com a variação “Taxa Referencial (TR)” que também é calculada pelo Banco Central.

Quando a taxa básica de juros fica acima dos 8,5% ao ano, o rendimento da poupança segue a regra de 6,17% ao ano + a Taxa Referencial (TR).

Resultados da poupança no último ano

Porém apesar do ganho real não ter ficado nem próximo do que foi finalizado em 2017, a poupança em 2018 teve uma grande quantidade de depósitos, onde acabaram superando os saques em 38,2 bilhões de reais. A aplicação foi o melhor resultado desde o último ano de 2013, quando a poupança terminou o ano com R$ 71,047 bilhões em depósitos.

Em 2018 a poupança teve R$ 2,252 trilhões em depósitos e saques em R$ 2,214 trilhões.

Isso se deve também as possibilidades de outros investimentos mais rentáveis que a poupança no último ano e a facilidade que tem sido investir, principalmente através de aplicativos.

Etiquetas
Mostrar mais

Wesley Silva

Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar