Privatização de aeroportos e ferrovias será prioridade do governo

Sem dúvida, uma das marcas da propaganda eleitoral estabelecida por Bolsonaro foi o incentivo à privatização. Desse modo, até mesmo o primeiro mês do novo governo pôde trazer noticias que evidenciassem breves mudanças acerca do tema. Em resumo, Bolsonaro sobrepôs a privatização de empresas a outros assuntos tratados prioritariamente nos governos anteriores.

Assim sendo, uma declaração à imprensa do secretário do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Adalberto Vasconcelos, permitiu com que fossem confirmados os projetos sobre o assunto. Sobretudo, inclui-se aeroportos da região Sul do Brasil, bem como aquele construído na cidade de Curitiba, capital do Paraná.

Além disso, vale destacar que o PPI é um programa lançado em meados de 2016, durante a gestão do ex-presidente Michel Temer. Dessa forma, seu principal objetivo é estimular melhoras na infraestrutura do país, proporcionando condições que reduzam o valor agregado de produtos importantes para a economia nacional.

Assim, é esperado que os representantes do governo anunciem oficialmente o inicio do processo de privatização a partir do segundo trimestre de 2019. A princípio, o governo do presidente Jair Bolsonaro herda 69 projetos do gênero, iniciados pelo PPI na gestão de Michel Temer. Ainda assim, há pretensão para ampliar esses números ao longo dos próximos meses.

Mostrar mais

Lucas Dadalt

Físico Médico com formação pela USP e atualmente cursando mestrado em Física Aplicada a Medicina. No momento trabalho em tempo parcial com programação e produção de conteúdos nos mais variados temas como, por exemplo, finanças, investimentos, saúde e marketing.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar