Tesouro Direto

O que são os títulos do tesouro direto?

Saiba quais os títulos públicos do Governo para investimentos

Algumas formas de investimentos, outrora desconhecidos pelas pessoas, hoje estão se tornando mais conhecidos e apostados, para que rendam mais dinheiro a longo prazo.

Definição de tesouro direto

Os títulos públicos de tesouro direto, são emitidos pelo Governo Federal, que criou esse programa no ano de 2002, junto com o Tesouro Nacional e a BM&F Bovespa.

Essa é uma forma do Governo de adquirir recursos para os cofres públicos, e efetuar obras, e empreendimentos para o país, com o dinheiro das pessoas físicas que compraram esses títulos.

Portanto, os títulos do tesouro direto são usados para financiar as atividades do Governo, na área da saúde, educação, infraestrutura, segurança, pagamento da dívida interna, e entre outros fins.

Todos os títulos do tesouro direto são iguais?

Existem hoje, três modalidades de títulos do tesouro direto, que qualquer pessoa pode investir, são eles:

1-Tesouro Prefixado:o termo prefixado, significa que saberei exatamente quanto irá render meus investimentos, ao final da aplicação, no momento da compra destes.

  • Inclui-se a esses rendimentos, o pagamento de juros no dia do vencimento dos títulos, ou a cada seis meses (juros semestrais).
  • Esse investimento é ideal para um perfil conservador, que procura um bom rendimento, a baixo risco e aproveitando a oportunidade da queda da Selic, e da taxa básica de juros do Brasil.

2-Tesouro Selic:a rentabilidade deste título é variável, onde acompanha a taxa Selic, desde o momento da compra até o vencimento deste.

  • Paga-se os juros no dia do vencimento de cada título;
  • É indicado para um perfil de investidor arrojado, que pretende aproveitar os períodos de alta da taxa Selic.

3-Tesouro IPCA+: esses títulos são mistos, compostos por uma parte variável, acompanhando o IPCA (medidor da inflação), e a outra parte fixa, determinada no momento da compra do produto.

  • O pagamento de juros são feitos, no dia do vencimento dos títulos, ou a cada seis meses (juros semestrais).
  • Ideal para quem busca uma boa rentabilidade, protegidos da oscilação da inflação, e com aplicações de longo prazo.

Para conseguir extrair o melhor dos rendimentos, é importante saber diversificar a carteira de investimentos, com dois ou mais produtos em suas aplicações. Faça também o uso de algum simulador para calcular seus investimentos e descobrir a melhore rentabilidade da aplicação, uma ótima ferramenta de simulação você encontra neste site.

Agora que você já sabe, o que são títulos do tesouro direto, basta seguir alguns passos:

  • Escolha uma corretora confiável, sem cobrança de taxas extras, e que possua um bom atendimento.
  • Preencha as suas informações pessoais em um cadastro, apresentando o seu CPF e RG. Algumas, fazem esse processo totalmente online.
  • Com a abertura da sua conta na corretora, escolha quanto quer investir, depositando o valor.
  • Aguarde a liberação do seu investimento escolhido do tesouro direto, validando uma senha e login para acesso imediato aos seus ganhos mensais.
  • Haverá uma série de títulos de tesouro direto disponíveis no mercado, portanto, se não souber qual o melhor para você, peça ajuda a um dos corretores, que deverão esclarecer todas as suas dúvidas sobre os investimentos mais rentáveis.

Pronto! Agora é só acompanhar os rendimentos dos títulos na conta.

Show More

Gabriele Nascimento

Formada em Contabilidade fiz especializações em Mercado Financeiro, escrevo no G&M desde 2018.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close