Tesouro Direto

Tesouro Direto inaugura novo títulos com novos vencimentos

Tesouro Selic muda de vencimento

O Tesouro Nacional lançou na manha desta sexta-feira (01/02) dois novos títulos públicos para os investidores da renda fixa. O Tesouro Prefixado 2022 e Tesouro Selic 2025, que entram nos lugares do Tesouro Préfixado 2021 e do Tesouro Selic 2023, respectivamente.

Desta forma, foi informado pelo órgão do Governo Nacional que os títulos públicos Tesouro Prefixado 2021 e o Tesouro Selic 2023 não serão mais ofertados, mas continuam valendo. Seus portadores podem ficar com eles até o vencimento ou vendê-los a qualquer momento para o Tesouro, se quiserem.

Como investir no Tesouro Direto

O investimento em títulos do Tesouro vem se tornando popular nos últimos anos. O número de investidores teve um aumento de 69,9% nos últimos doze meses. Somente em dezembro de 2018, o número de aplicações nos títulos públicos aumentou em 141.110, chegando ao total de 3.113.296.

Para investir nos títulos de renda fixa, será necessário abrir conta em uma corretora de valores ou em algum banco. Nos últimos meses a maioria dos grandes bancos zeraram as taxas cobradas para investimentos nos títulos do Tesouro Direto.

A modalidade é considerada a mais seguras entre todos os investimento de renda fixa no país, o investidor pode escolher entre títulos prefixados, atrelados a taxa Selic (com liquidez diária) ou ao IPCA, seguindo a inflação.

Etiquetas
Mostrar mais

Jose Neto

Idealizador do Gente e Mercado, trabalho com investimentos e assessoria desde 2016. Aqui, escrevo sobre mercado de ações e fundos de investimentos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar