Vale perde 71 bilhões em valor de mercado em apenas 1 dia

Perda é recorde no mercado brasileiro.

A Vale do Brasil, a segunda maior mineradora do mundo, em apenas um dia após a tragédia envolvendo o rompimento da barragem de Brumadinho em Minas Gerais, perdeu cerca de R$ 71 bilhões em valor de marcado, no pregão desta última segunda-feira, dia 28 de janeiro de 2019.

Esta foi a maior perda da história do mercado de ações no Brasil, onde em apenas um dia, a empresa acabou perdendo cerca de 24% de seu capital com os acionistas.

Anteriormente a maior perda em valor de mercado em um único dia era da Petrobras, quando no último mês de maio de 2018, acabou perdendo um valor de R$ 47 bilhões. A perda ocorreu porque os investidores acabaram reagindo de forma negativa com relação a greve dos caminhoneiros e todos os desdobramentos do caso.

A maior perda da Vale anteriormente

Já não é a primeira vez que a Vale perde bilhões em valor de mercado em um único dia. No mês de outubro de 2008, mais precisamente no dia 15, a empresa teve uma perda de R$ 27,4 bilhões em capital.

Tragédia em Brumadinho e os investidores

Neste dia 28 de janeiro, o mercado reagiu assim que o pregão foi aberto, primeiro após a tragédia na barragem no Córrego do Feijão. Outra reação do mercado foi com relação a suspensão do pagamento de dividendo e os juros sobre o capital próprio, que é nada menos do que a remuneração dos acionistas, bem como a remuneração variável, o chamado “bônus”.

As informações partiram do conselho de administração da empresa, criando um forte impacto sobre as ações da mineradora. Outro fator foi com relação as decisões de bloqueios judiciais que já somam 11,8 bilhões de reais, além de multas do Ibama e outros órgãos que chegam na casa do R$ 350 milhões.

A tendência é que a Vale ainda perca mais valor de mercado nas próximas semanas, afinal diversas instituições financeiras nacionais e internacionais estão cortando as recomendações sobre os ativos da empresa. Entre os principais destaques estão a Macquarie, HSBC e a Jefferies.

As notas de crédito da Vale também foram rebaixadas de BBB+ para BBB-. A decisão partiu da Fitch S&P, onde além deste primeiro rebaixamento, todas as notas foram colocadas sob nova observação, então é possível que caia novamente ainda nesta semana.

A tragédia em Brumadinho faz com que os investidores fiquem com dúvidas quanto a atuais e futuros investimentos. Quem investe a curto prazo, vai precisar mudar as estratégias, agora quem investe a longo prazo, fica com a questão de que as ações podem desvalorizar ainda mais nos próximos dias.

Mostrar mais

Wesley Silva

Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar