Investimentos

 Investimento em Bitcoin – vale a pena?

A criptomoeda Bitcoin, é a moeda tecnológica da vez. No ano de 2017, o seu preço aumentou mais de 1.200%, o que representou uma valorização histórica, com cerca de um milhão de pessoas cadastradas nos mercados de criptoativos.

Muitos investidores de todos os perfis (conservador, moderado e agressivo), estão apostando no bitcoin, superando os valores investidos na Bolsa de Valores (B3), e do Tesouro Direto.

Não existe uma instituição física por trás da distribuição do bitcoin, pois, a sua criação foi expressa para um meio de troca digital, global e divulgada, usando a criptografia para efetuar as transações que acontecem na rede.

Perfil do investidor de bitcoin

É preciso primeiramente estudar, e entender como funciona a tecnologia de bitcoin. O comportamento desse mercado, é geralmente mais volátil (arriscado) e requer mais paciência para potencializar os seus ganhos.

Não é necessário vender esse ativo, ao primeiro sinal de queda, nem tampouco, acomodar com a primeira porcentagem de ganho com o bitcoin.

Há um limite para a compra da criptomoeda, que é de 21 milhões de unidades, por remessa total. Voce pode se encaixar em um perfil de investidor que acredita na tecnologia, e outro que faz os investimentos a curto prazo, visando o lucro em porcentagem menor.

Quanto de dinheiro é preciso investir inicialmente no bitcoin

Inicialmente, é possível investir no mínimo 50 reais, para obter 0,002 bitcoin. Além disso, apesar da oscilação dos preços relacionados à criptomoeda, é uma boa maneira de diversificar os investimentos da carteira de ações.

A tecnologia está crescendo e se expandindo cada vez mais, por isso, os bitcoins, não são um investimento errático, ou desatualizado. Ao começar investindo um pequeno valor, o trader ou acionista tradicional, pode observar a evolução dos resultados.

As negociações são feitas todos os dias, portanto não é um mercado que se fecha após determinada hora do dia. As criptomoedas foram criadas a dez anos, por isso, não se tratam de um mercado iniciante.

O bitcoin, não pode ser confiscado pelo governo, apresentando uma segurança aos investidores, que podem comprar e vender sem precisar de dinheiro físico.

Se você, ainda não possui experiência com o mercado de ações de qualquer natureza, estude bastante sobre as criptomoedas, e faça investimentos mais sólidos no início, como o Tesouro Direto ou CDB.

Assim, ao longo do tempo, na construção do seu capital, você pode investir uma parte do dinheiro em criptomoedas de bitcoins. Além disso, é importante ter uma reserva de emergência fixa, caso aconteça algum imprevisto financeiro em sua vida.

É importante ressaltar que os bitcoins não possuem nenhum órgão regulador que os fiscalize, tampouco que traga segurança ao investidor. Opte por armazenar as moedas digitais nas carteiras virtuais, usando as impressões físicas ou hardwares offllines.

Não invista diretamente nas Bolsas de Valores de criptomoedas, pois o risco de fraudes é maior. A dica, é a de sempre procurar informações seguras sobre esse mercado, com pessoas confiáveis que darão as respostas corretas para as suas dúvidas.

 

 

Mostrar mais

Jessica Oliveira

Formada em Contabilidade fiz especializações em Mercado Financeiro, escrevo no G&M desde 2018.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar