Finanças

PIB Brasileiro cresce 0,8% neste terceiro trimestre de 2018

Com relação ao 3º trimestre de 2017, o crescimento chegou a 1,3%. Esta é uma boa melhora na economia nacional.

Neste terceiro trimestre de 2018 o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,8% com relação ao segundo trimestre. O balanço foi divulgado neste dia 30 de novembro, através do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Quando relacionado com o PIB do terceiro trimestre de 2017 a alta chegou a 1,3%, um número bem agradável e que está animando os economistas. Este é o melhor resultado de todos os trimestres deste ano, porém é preciso levar em consideração que julho, agosto e setembro teve uma melhora significativa pois em abril, maio e junho o crescimento foi afetado pela greve dos caminhoneiros, gerando um fator comparativo fraco.

Todos os dados apurados pelo IBGE mostram uma melhora na economia, mas o PIB ainda está no patamar de 2012.

Os principais destaques do PIB neste 3º trimestre de 2018

Entre as áreas macroeconômicas do país que tiveram bons resultados estão:

  • Indústria com um crescimento de 0,4% (Este é o 1º resultado positivo de 2018);
  • Agropecuária com um crescimento de 0,7%;
  • Serviços com um crescimento de 0,5%;
  • Exportação com um crescimento de 6,7% (A melhor porcentagem desde o 1º trimestre de 2010);
  • Importação com um crescimento de 10,2%;
  • Investimentos com um crescimento de 6,6% (A melhor porcentagem desde o 4º trimestre de 2009);
  • Construção civil com um crescimento de 0,7%;
  • Consumo do governo com um crescimento de 0,3%;
  • Consumo das famílias com um crescimento de 0,6% (A melhor porcentagem desde o 3º trimestre de 2017).

Mudanças que proporcionaram os resultados

Essa alta no PIB do terceiro trimestre está ligado a algumas mudanças em âmbito nacional como alteração no regime de tributação da Repetro (óleo e gás). Essas alterações proporcionaram um impulso maior da importação de plataformas de petróleo, onde o estoque de capital, por exemplo, acabou influenciando os investimentos e importações do setor, refletindo diretamente no PIB.

O IBGE também realizou uma revisão dos dados das contas públicas dos últimos dois anos, onde uma retratação da economia de 2016 foi divulgada, sendo 3,3% ao invés do resultado de 3,5%¨que foi divulgado na ocasião.

As revisões foram feitas também nas contas de 2017, onde o crescimento do PIB foi de 1 para 1,1%. Houve também uma alteração no resultado do primeiro trimestre de 2017, com números de 0,1% para 0,2%.

A única queda do PIB nesta avaliação do IBGE foi com relação ao setor de gás e eletricidade. Neste setor os valores recuaram 1,1%, decorrente de um aumento tarifário, onde no país houve três bandeiras vermelhas neste ano, sendo necessário acionar as indústrias térmicas do país, gerando um gasto a mais para os cofres públicos.

PIB de 2018 até o momento

Nos últimos 12 meses (2017), o PIB brasileiro acabou crescendo 1,4% com relação ao mesmo período de 2016. Já no acumulado dos três trimestres de 2018, o PIB cresceu um percentual de 1,1% se comparado com o mesmo período de 2017.

Em números, os valores do terceiro trimestre deste ano chegaram em R$ 1,716 trilhão.

O que é o PIB?

O Produto Interno Bruto, conhecido por suas siglas PIB, é nada menos do que a soma de todos os bens e serviços que são produzidos no país. O resultado destes números servem para medir a economia do mesmo.

Para este ano de 2018 o mercado prevê um crescimento na economia do Brasil de 1,39% (consolidado). Esta previsão foi feita pela Focus do Banco Central, que praticamente se iguala com a meta do governo de 1,4% no consolidado do ano.

Para 2019 a expectativa do PIB brasileiro é de 2,5%.

Tags
Show More

Wesley Silva

Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close