Vale a pena investir R$ 100 mil em CDB?

O Certificado de Depósito Bancário – CDB, é um dos investimentos mais conhecidos entre as pessoas que compram títulos no mercado financeiro. Mas, como todo investimento tem o seu risco, saiba se esse vale a pena para você.

Benefícios gerados pelo CDB – com aplicação de 100 mil reais

– O CDB, pode ser usado como investimento para um fundo de emergência, a fim de poder contar com aquele valor como garantia, caso a sua situação financeira fique instável.

– Utilize uma parte dos cem mil reais disponíveis, para diversificar as suas aplicações, sendo uma parte para o CDB, outra para o CDI (que possua a mesma rentabilidade do CDB), e LCI/LCA.

– Prefira investir em uma corretora de valores, que não cobre taxas administrativas, nem tarifas de TED.

– Investir os cem mil reais no CDB, é ideal para quem quer quitar ou comprar um imóvel, fazer uma poupança para a faculdade do filho, ou tem planos de médio a longo prazo.

– Você pode emitir títulos de CDB por diferentes corretoras, atentando-se à rentabilidade no final da aplicação.

– Possui a garantia de cobertura do Fundo Garantidor de Crédito – FGC, caso a instituição que você aplicou o seu dinheiro (até 250.000 mil reais por CPF) vá a falência.

– Você pode investir no CDB com valores entre 200 reais e 2.000 reais;

– Para abrir uma conta em uma corretora, basta o número do seu CPF, o documento de identidade, e um comprovante de residência atualizado. Simples e sem burocracias.

– Não possui custos adicionais nas contas de investimento;

Desvantagens de se investir no CDB

– Algumas instituições não pagam 100% de CDB, por isso, fique atento;

– O valor mínimo de investimento entre 200 reais e 2000 reais, podem ser limitantes para algumas pessoas, que não possuem esse dinheiro disponível;

– Se você não tiver em mente, os seus objetivos de vida pessoal, financeira, profissional e familiar, de nada vai adiantar investir em qualquer produto do mercado financeiro, e todo dinheiro que entrar na sua conta, nunca será o suficiente;

– O CDB é passível dos descontos de Imposto de Renda (de 15%, 17,5%, 20% e 22,5%, em 180, 181, 360, 361, 720 e 721 dias respectivamente) e pode sofrer alterações dependendo da inflação;

– Não é ideal para quem precisa resgatar rapidamente o valor investido, pois há títulos de CDB com liquidez no vencimento (somente quando acabarem as aplicações, é que poderão ser resgatados os valores), ou liquidez diária (podendo ser resgatado em montantes).

– Defina no momento da compra dos títulos de CDB, se o resgate do valor será de liquidez diária, ou no vencimento;

– A desvantagem, é que quanto menos tempo o seu dinheiro ficar investido, menor será a rentabilidade;

– Não faça um investimento movido pela emoção, e sim pela sua razão, e objetivos específicos;

Seja qual for a sua decisão, aproveite as oportunidades, e não se deixe limitar pelo seu medo de investir conscientemente.

Mostrar mais

Jessica Oliveira

Formada em Contabilidade fiz especializações em Mercado Financeiro, escrevo no G&M desde 2018.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar